1.   
    Home
  2.  > 
    Institucional
  3.  > 
    Novembro Azul: porque o homem também precisa se cuidar | Hyundai Motor Brasil

Institucional 13/11/2019

Novembro Azul: porque o homem também precisa se cuidar

Movimento busca conscientizar sobre a importância da prevenção do câncer de próstata e chamar atenção para os cuidados com a saúde masculina em geral

O Novembro Azul é o movimento pela conscientização a respeito da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Criado na Austrália em 2003, rapidamente ele se espalhou rapidamente por diversos países, incluindo o Brasil, e atingiu alcance mundial. Atualmente, a campanha vem sendo ampliada para chamar a atenção sobre os cuidados com a saúde masculina em geral. O câncer de próstata é o segundo tipo mais incidente da doença entre os homens no Brasil, apenas atrás do câncer de pele. Em 2018, segundo dados da Fundação do Câncer, foram 68.220 mil novos casos registrados no Brasil e as maiores vítimas são homens com mais de 50 anos. A Hyundai apoia o movimento e ressalta os cuidados que devem ser adotados pelos homens. Confira:

Cuidar de si também é coisa de homemPara a prevenção da doença, a recomendação geral é pela adoção de hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e equilibrada, evitar o tabagismo e o consumo de álcool, tratar adequadamente diabetes, pressão alta e alterações no colesterol, manter-se em um peso saudável e praticar atividades físicas regulares. Independente da idade, os homens devem estar sempre atentos à qualquer um dos seguintes sintomas: dificuldade de urinar; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite; presença de sangue na urina. Frente a qualquer uma dessas ocorrências, deve-se procurar um médico - a detecção do câncer de próstata pode ser realizada com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos. O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde não recomendam que homens sem sintomas realizem exames de rastreamento da doença. Quem tem conhecimento de casos de câncer de próstata em parentes de primeiro grau, como pai, irmão ou filho, deve procurar acompanhamento médico para avaliar sua condição clínica e os eventuais fatores de risco.

Sigam as nossas redes:

Veja também